Comércio e serviços têm horário ampliado para funcionar

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (28) a prorrogação da fase de transição do Plano SP, entre a vermelha e a laranja, por mais uma semana, até 9 de maio. Esse faseamento entrou em vigor em 18 de abril. Além disso, a partir de sábado (1º), o horário de atendimento para serviço e comércio também será ampliado, com permissão de funcionamento das 6h às 20h. Por enquanto, o horário permitido é das 11h às 19h, respeitando a ocupação de 25% da capacidade total do estabelecimento.

De acordo com o governo estadual, o faseamento menos restritivo foi implementado em todos os municípios paulistas após uma leve melhora nos índices da pandemia do coronavírus. Desde o último fim de semana, São Paulo flexibilizou as aberturas da fase de transição, permitindo o atendimento presencial em bares e restaurantes, além da visita a parques públicos.

Com mais flexibilização que a fase vermelha, porém mais restritiva que a laranja, o novo faseamento permite a abertura de lojas, comércio, bares, restaurantes, academias, salões de beleza e outros setores, mas com capacidade de público e horário de funcionamento reduzidos. Além de todos os serviços essenciais que já estavam permitidos na fase vermelha, a nova fase de transição também permite a abertura de lojas e comércio.

Deste 18 de abril, o setor pode receber clientes presencialmente, em até 25% do total de capacidade do estabelecimento, e seguindo os protocolos de proteção sanitária. A partir de 1º de maio, horário de atendimento poderá ser ampliado. A presença de fiéis em templos também está liberada, desde que seguindo as regras. Os bares e restaurantes estão liberados para receberem clientes presencialmente desde 24 de abril, além das modalidades de entrega (delivery), retirada no local (take away) e drive-through. A partir de 1º de maio, horário de atendimento poderá ser ampliado. Nos salões de beleza e barbearias estão autorizados a receber clientes presencialmente desde 24 de abril com as mesmas regras de lotação e protocolos sanitários.

A partir de 1º de maio, horário de atendimento poderá ser ampliado. Já as atividades culturais, tem permissão para funcionar desde 24 de abril, incluindo museus, clubes, parques municipais e estaduais. A partir de 1º de maio, horário de atendimento poderá ser ampliado, exceto os parques que terão funcionamento entre 6h e 18h. As academias têm permissão, também desde 24 de abril, mas com horários reduzidos, podendo abrir em dois intervalos, de 7h às 11h e de 15h às 19h. A partir de 1º de maio, horário de atendimento poderá ser ampliado. Nas escolas, a retomada de aulas presenciais na educação básica, com até 35% da capacidade de alunos, já está permitida desde a fase vermelha.

De acordo com o Centro de Contingência da Covid, houve uma leve melhora nos índices de novos casos, internações e óbitos pelo coronavírus no Estado, fruto das restrições implementadas nas últimas semanas com as fases emergencial e vermelha. O toque de recolher está mantido entre 20h e 5h para todo o Estado, assim como o teletrabalho (home office) para atividades administrativas não-essenciais. O governo também continua aconselhando serviços, empresas e indústrias a adotarem o escalonamento de entrada e saída, afim de evitar superlotação no transporte público durante os horários de pico.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Notícias Relacionadas

Deixar uma resposta