BIM será utilizado para impulsionar o desenvolvimento nacional

O Governo Federal publicou o Decreto 11.888/2024 para estabelecer a Estratégia Nacional de Disseminação do BIM (Modelagem de Informação da Construção), sinalizando um impulso significativo ao desenvolvimento nacional. Esta medida visa a integração da tecnologia BIM no Brasil, um conjunto avançado de softwares e ferramentas que catalisam a transformação digital no setor da construção. Os resultados esperados são a redução substancial de custos e prazos de obras, além de contribuições cruciais para a descarbonização do setor.
Presidente do BIM Fórum Brasil, Rodrigo Koerich, enfatiza que a implementação do BIM representa uma elevação do patamar tecnológico do setor, proporcionando benefícios tangíveis em produtividade, qualidade e desempenho. Este é importante passo para impulsionar o desenvolvimento tecnológico e modernizar o setor da construção, catalisando a transição para um ambiente mais digitalizado e inovador. A utilização do BIM também alinha o Brasil com as melhores práticas internacionais”, disse Koerich.
Paralelamente, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial (CNDI), vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, anunciou na mesma semana o lançamento da Nova Indústria Brasil (NIB). Essa política de neoindustrialização, delineada para os próximos dez anos, inova ao adotar o BIM como instrumento chave em contratações públicas. O Módulo de Obras do Transferegov e o Obrasgov estão sendo adaptados para integrar a Tecnologia BIM em projetos públicos, conforme indicado no documento oficial.
O Sistema Confea/Crea desempenhou papel essencial no desenvolvimento dessa iniciativa, reconhecendo não apenas a ampliação da eficiência e controle em obras públicas, mas também os benefícios ambientais decorrentes da utilização da ferramenta. Saiba mais sobre a Nova Indústria Brasil e sua política de ação.

Fonte: Confea

Notícias Relacionadas

Deixar uma resposta