Google lança ferramenta no Android que impede apps de rastrear usuário

Google anunciou o lançamento do Privacy Sandbox Beta no Android 13. O programa chega em uma versão de testes com APIs que não usam identificadores para rastrear a atividade dos usuários em apps e sites. Com o objetivo de trazer mais privacidade, acabar com os cookies e oferecer publicidade personalizada, o Privacy Sandbox anonimiza a navegação na internet.
Quem participar desta etapa poderá configurar o dispositivo para mostrar propagandas relevantes sobre cinema ou atividades ao ar livre, por exemplo, sem entregar dados mais pessoais. A pessoa também pode bloquear temas que possivelmente são desinteressantes, como dança, notícias locais e investimentos.

Privacy SandboxQuem aceitar participar do Privacy Sandbox Beta poderá modificar as definições no menu de Configuração do dispositivo Android

De acordo com a gigante da tecnologia, quem for convidado para participar da iniciativa receberá um aviso. Mesmo que o usuário decida contribuir com o Privacy Sandbox Beta, ele poderá posteriormente desligar a configuração. Nesta etapa, o Privacy Sandbox está disponível somente para uma pequena porcentagem de aparelhos que utilizam Android 13. A ideia é lançar o serviço para mais dispositivos ao longo do tempo.

Comprometimento com usuários e empresas

No anúncio em que fala sobre a disponibilidade do beta do Privacy Sandbox no Android 13, o vice-presidente de privacidade do Google, Anthony Chavez, defendeu que a iniciativa busca atender interesses difusos. No caso dos usuários, a ideia é proteger a privacidade, enquanto no caso das empresas, o objetivo é continuar viabilizando uma publicidade efetiva.

Neste sentido, ele defendeu que a gigante de Mountain View não quer utilizar “estratégias bruscas”. Esta foi uma crítica à Transparência de Rastreamento de Aplicativos (ATT), uma nova política de privacidade da Apple que gerou insatisfação e prejuízos financeiros para empreendimentos como a Meta. “Estratégias bruscas, que não oferecem alternativas viáveis, são prejudiciais aos desenvolvedores, e tampouco aprimoram a privacidade. Tudo isso acaba levando a formas ainda menos privadas de rastrear usuários, como ‘impressões digitais’ de aparelhos”, citou Chavez.

Para marcar que o Google está agindo diferente na tentativa de trazer mais privacidade aos usuários sem destruir a publicidade online, o executivo argumentou que centenas de empresas já enviaram sugestões e críticas sobre o Privacy Sandbox. “A evolução da publicidade digital rumo a uma privacidade aprimorada para usuários, afastando-se da dependência do rastreamento entre apps, é essencial para o futuro de um ecossistema móvel próspero. Continuaremos trabalhando em estreita parceria com desenvolvedores, profissionais de marketing e autoridades reguladoras”, afirmou o executivo.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/

Notícias Relacionadas

Deixar uma resposta