Brasil caminha para matriz de transporte equilibrada, sustentável e mais barata

As concessões de ativos da União à iniciativa privada vão tornar a matriz de transportes brasileira mais equilibrada, sustentável e barata, afirmou nesta quarta-feira (23) o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Por videoconferência, ele participou do encerramento da CEO Conference 2022 – BTG Pactual junto com o presidente da República, Jair Bolsonaro. “Vamos caminhar em todas as frentes para termos uma infraestrutura bastante eficaz, bastante eficiente, uma matriz de transporte cada vez mais equilibrada, mais sustentável e mais barata, isso vai reduzir bastante o custo Brasil e a grande vantagem é blindar os investidores”, explicou o ministro.
Desde 2019 o Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura, concedeu 81 ativos à iniciativa privada, garantindo R$ 89,81 bilhões em investimentos durante a duração dos contratos. São 34 aeroportos, seis ferrovias e seis rodovias concedidas, além de 35 terminais portuários arrendados. Para 2022, estão previstas a sétima rodada de concessões aeroportuárias e a desestatização da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa). “É o que vai fazer o Brasil ser de fato um canteiro de obras nos próximos anos, e que a infraestrutura seja uma alavanca para a geração de emprego e uma alavanca para o desenvolvimento para o crescimento do Brasil”, disse o ministro.

Fonte: Ministério da Infraestrutura

Notícias Relacionadas

Deixar uma resposta